Foi em Pequim, no dia 25 de Agosto último, num encontro entre o Secretário-geral do ADI, Levy Nazaré e a Vice-Ministra do Departamento Internacional do Comité Central do PCC, a Srª Xu Lyuping, que marca o início de relação entre essas duas forças políticas que governam os respectivos países.

De salientar que o PCC, é um partido centenário, em 2021 fará 100 anos de existência, pois foi fundado em Shanghai, a 1 de Julho de 1921 e governa a República Popular da China desde 1949.

Depois desse início das relações, haverá encontros ao mais alto nível dos dois partidos, bem como intercâmbio entre as estruturas intermédias, incluindo as estruturas da juventude e das mulheres.

Levy Nazaré acredita que com a experiência acumulada pelo PCC nesses longos anos de existência e de governação, essa relação de amizade e cooperação irá fortalecer o ADI e nesse intercâmbio, mesmo sendo um Partido jovem com apenas 25 anos de existência, o ADI também irá partilhar as suas experiências com os amigos e irmãos do PCC, dando assim corpo a um dos 5 conceitos apresentados pelo Presidente Chinês, Xi Jinping, no seu livro “A Governança da China” que é a “Partilha”.

O ADI abraçou o Princípio da política de uma só china e felicita o PCC bem como o seu governo pela forma como vem cooperando com muitos países africanos, adoptando o princípio de “ganho partilhado” baseado na política de não ingerência nos assuntos internos de cada país com o qual coopera.

O ADI com uma liderança forte e visionária e com a coragem que o caracteriza, deu este passo de reatamento das relações entre os dois países e povos, estando sobre a mesa os grandes projectos estruturantes que irão alavancar a economia santomense e contribuir para a melhoria das condições de vida da população, como é o caso do Aeroporto e o Porto das Águas Profundas. Como disse o Ministro-adjunto das Relações Internacionais da República Popular da China, Chen Xiaodong, no encontro, em Pequim, com os 4 partidos com representação parlamentar: “É o momento de recuperar os 20 anos”…..