O Governo do Primeiro-ministro Patrice Trovoada acaba de anunciar medidas visando a participação da Diáspora São-tomense no processo de votação nas eleições legislativas em 2018, soube-se hoje em São Tomé e Príncipe.

Num comunicado distribuído, esta terça-feira à imprensa, na cidade de São Tomé, o XVI Governo reunido em Conselho de Ministros, decidiu “aprovar alteração da Lei nº 11/90, lei eleitoral, que alarga o direito de voto nas eleições legislativas aos cidadãos São-tomenses residentes no estrangeiro’’.

Segundo o comunicado lido, enviado a STP-Press, trata-se de “um desejo genuíno do Governo de integrar plenamente as nossas comunidades na Diáspora no seio da comunidade nacional e processo de desenvolvimento político, económico, social e cultural de São Tomé e Príncipe”.

Privados até a presente data de participação nas eleições para deputados, os emigrantes São-tomenses apenas votam nas eleições presidenciais, mas circunscritos aos residentes em Portugal, Angola, Gabão e Guiné Equatorial.

(Fonte: http://www.stp-press.st/a111.htm)